Coloque a mão na massa – agora!

by Bruno Marangoni – 3 min de leitura

Você não precisa ter as melhores situações a sua volta para que você comece a fazer o que você sempre quis fazer.

Basta apenas ter alguma situação e começar. É simples assim.

É mania nossa ficar adiando para quando tivermos uma situação mais favorável. Não é apenas uma mania, mas é uma forma de nossa mente nos sabotar e nos manter em um lugar confortável.

Ao estarmos na situação que estamos e partirmos para uma situação  sempre irá significar sair da zona de conforto. E é estando fora da zona de conforto que se é possível realizar o seus sonhos.

Eu acredito, verdadeiramente, que todos os sonhos são possíveis de se realizar a partir do momento (e que esse momento pode, absolutamente, se agora) em que damos o primeiro passo.

Dar o primeiro passo não é somente crucial, como é o sonho começando a tomar forma, começando a se materializar.

Acredito muito que Deus faz realmente a parte dele em todos os nossos sonhos. Nossos sonhos são a materialização da expressão e da expansão do plano Divino.

Mesmo assim, nossos sonhos (mesmo que Deus esteja ali, disposto a fazer a parte dele), necessitam que façamos a nossa parte.

E a nossa parte é o trabalho duro.

Isso não quer dizer sair por ai ocupando-se em fazer algo. Não basta apenas ‘ser algo’. Tem que ser algo alinhado com a sua prioridade evolutiva (alinhado com o seu sonho – para seu sonho começar a evoluir).

A maneira mais fácil para começar a identificar o que faz o seu sonho evoluir (tomar forma – se materializar) é identificando o que você faz que não tem haver com seu sonho.

Analise quais coisas que você faz (e ficar parado pode ser uma delas) que não contribui com seu sonho. Pode ser apenas estar ocupado de mais, pode ser não saber quais são seus sonhos e simplesmente ficar de maneira passiva assistindo aos outros realizarem seus sonhos, pode ser fazer algo por fazer.

Costumo dizer que: no momento em que identificamos O QUE NÃO QUEREMOS PARA NOSSA VIDA fica mais fácil de identificarmos O QUE QUEREMOS PARA NOSSA VIDA. Reflita mais uma vez: o que você não quer.

Sobre o que você não quer, quais coisas que você dedica seu tempo, seu esforço físico e psicológico para que isso ainda continue a acontecer em sua vida?

O que você não quer serve para ajuda-lo a perceber o que você quer!

Demorei para entender isso. Passei muitos e muitos anos da minha vida vivendo experiências que absolutamente não queria para mim. Eu não entendia por que aquilo acontecia comigo. Simplesmente achava que aquilo era a minha vida. Mas era apenas uma situação da minha vida, e não minha vida.

Depois, só depois, fui entender que aquelas experiências ruins serviram para que eu pudesse identificar o que eu queria. O contraste tem essa beleza oculta. Ver algo ruim contrasta com o que é bom.

Quando você começar aprender a ver as situações de sua vida dessa forma, começará a perceber que tudo fica mais fácil.

Aprenda a apreciar essa ‘beleza oculta’ –  ela tem muito a te mostrar.

Por que quando você começa a identificar o que quer para sua vida e a focar nisso, tudo começa a tomar velocidade.

Não significa que sou mesquinho e ignoro o que acontece no mundo. Não é isso. Sei do que está acontecendo em muitos lugares. Mas não se pode falar sobre saúde focando na doença. Só se pode conseguir de saúde se está focado nisso.

A partir do momento em que descobri que meu foco é ajudar as pessoas a também realizarem seus sonhos (agora!) percebi que não posso focar nas coisas que não quero, que me atrapalham, que fazem ficar em um estado ruim.

Como eu poderia, por exemplo, querer ajudar outras pessoas a emagrecerem se eu só penso em comer fritas com coca-cola?

Você só vai conseguir começar a fazer sua vida acontecer, o seu sonho se tornar realidade, quando você aceitar que a situação que você vive (independente de como for) é a situação perfeita para começar a agir, pois é onde você está e é no momento presente.

Parta para a ação – somente assim a coisa começará a acontecer.

E eu te digo, não se preocupe com o ‘como’ dar sequencia depois de começar. O ‘como’ vai se mostrar a você durante o caminho.

Na realidade, muito disso, você só vai entender depois que para de ficar parado, pensando (teoria) e botar a mão na massa. Mesmo que se for pra errar e se ferrar, ser julgado (esqueci de te falar, mas coisas assim provavelmente acontecerão.

É melhor errar tentando do que não tentar.

É aquilo que eu já disse: tua mente quer que você fique na zona de conforto, onde tudo é conhecido.

Não deixe sua mente no controle. Esteja você no controle (pois é, você não é sua mente. Ela é apenas um recurso, saiba usá-la!).

Um abraço, Bruno Marangoni, um Jovem Nômade.

Bem-vindo ao estilo de vida: Jovem Nômade!

Amamos o que fazemos, amamos nosso estilo de vida Jovem Nômade e queremos compartilhar isso com você através de nossas experiências. Nos comprometemos a registrar tudo o que vivenciarmos e compartilhar com vocês através de nosso Blog e de nossas redes sociais!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *